ONDE IR: MARAGOGI
8 de março de 2021
ONDE IR: PENEDO
10 de março de 2021

Localizada no Ceará, Jericoacoara é uma vila de pescadores de beleza descomunal e que mantém seu ar rústico com seus 23 km de dunas entre Jijoca e Jeri.

Com influencia francesa, italiana e belga, a culinária possui uma variedade de receiras e horários de funcionamentos atípicos. Com o famoso horário de descanso no meio do turno, fechano no início da tarde e retornando o atendimento logo mais a noite.

Suas ruas de areia fofa exigem um look muito sofisticado, baseado em sandárias de dedo e chinelos, roupas leves, muito protetor solar, tranquilidade e relaxamento. Mas isso não quer dizer que não existe agito em Jericoacoara, assim como alguns preferem se colher cedo para aproveitar o dia nas praias, outros dormem com o sol raiando depois do forró animado que rodeia a vila que há pouco mais de duas décadas nem luz elétrica tinha.

Hoje a estrutura turística, com pousadas, hotéis, restaurantes e lojinhas, não impede a preservação do cenário de dunas como a Duna do Pôr do Sol, onde todo mundo se encontra no fim de tarde, seja voltando de passeios de bugue pela região, seja acordando de um cochilo para recuperar as energias para uma madrugada de agito.

A Praia da Malhada, à direita da vila, é perfeita para banho e caminhadas. Na maré baixa, caminhe pela trilha que se abre até a Pedra Furada, curiosa formação esculpida pelas águas do mar. Se não for pela trilha, só a cavalo ou de bugue para chegar até ali.

O bugue, aliás, é essencial para se deslocar para cenários igualmente apaixonantes nos arredores. Ainda que pareça um sacrifício sair da vila, vale a pena o “esforço” de visitar lagoas com águas cristalinas, caso da Azul e Formosa, nas quais é possível testar a invenção mais deliciosa do lugar: as redes para deitar com meio corpo dentro da água.

No segundo semestre, o horizonte fica pontilhado pelas cores das velas dos praticantes de kitesurfe e windsurfe, que deslizam velozmente no embalo dos fortíssimos ventos.

Em Jeri as estações são apenas duas: de julho a janeiro, que é o melhor momento para a prática de windsurfe e kitesurfe e o restante do ano, onde existem chuvas, principalmente de fevereiro a maio, e uma procura menor por parte dos turistas.

É importante informar que a prefeitura de Jijoca de Jericoacoara instituiu uma taxa de cinco reais por dia para os turistas de 13 a 59 anos que visitarem a região, medida em vigor desde 21 de setembro de 2017, sendo isenta apenas para moradores e portadores de necessidades especiais.

Sobre o transporte, hoje temos voos diretos de Recife para lá, por via terrestre a melhor maneira de chegar é por Jijoca de Jericoacoara, mas ir de carro, por conta da estrada não é recomendado. O ideal é ir com caminhonetes conhecidas como “jardineiras”, o trajeto dura 1 hora.

A última opção é ir de ônibus, que inclui uma parte do trajeto no veículo e outra nas já citadas jardineiras.

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe!

Venha para a Jin Tur Lazer e navegue em um mar de vantagens!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *